DOSES DE NITROGÊNIO PARA A CULTURA DO GIRASSOL IRRIGADO

Taynara Tuany Borges Valeriano, Ayza Eugenio Camargo Viana, Antônio Pizolato Neto, Márcio José de Santana, Ana Flávia Oliveira

Resumo


Objetivou-se com esse trabalho avaliar a produtividade do girassol (Helianthus annus L.) submetido a adubação nitrogenada em um sistema irrigado. O experimento foi realizado no Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia, do Triângulo Mineiro - Campus Uberaba, sendo utilizada a cultivar HELIO 358. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso sendo os tratamentos cinco doses de nitrogênio (N), 0 kg ha-1; 30 kg ha-1; 60 kg ha-1; 90 kg ha-1e 120 kg ha-1. A ureia foi o fertilizante utilizado como fonte de nitrogênio. O sistema de irrigação utilizado foi por aspersão via pivô central e o manejo da irrigação foi realizado obtendo a evapotranspiração por meio do tanque Classe A. As variáveis avaliadas foram, altura de plantas, diâmetro de caule, número de folhas, diâmetro externo e interno de capítulo. Para as variáveis dos componentes de produção foram avaliados, produtividade e peso de 100 aquênios. Foram obtidos ainda, os valores da eficiência do uso de água e a eficiência do uso de nitrogênio. As doses de nitrogênio aplicadas na cultura do girassol obtiveram diferenças estatísticas em relação a produtividade, sendo que houve uma resposta linear, onde a maior produtividade encontrada, 7004,03 kg ha-1, correspondeu a maior dose 120 kg ha-1 de N. Outro fator importante observado neste trabalho foi o correto manejo da irrigação, que também contribuiu na obtenção de uma produtividade elevada.


Palavras-chave


Helianthus annus L.; Adubação nitrogenada;Manejo de irrigação.

Texto completo:

PDF

Referências


ANASTASI, U. et al. Yield performance and grain lipid composition of standard and oleic sunflower as affected by water supply. Field Crops Research, v.119, n. 1, p.145-153, Oct. 2010.

BISCARO, G. A. et al. Adubação nitrogenada em cobertura no girassol irrigado nas condições de Cassilândia-MS. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 32, n. 5, p. 1366-1373, 2008.

BORGES, A. L.; CALDAS, R. C.; LIMA, A. A. Doses e fontes de nitrogênio em fertirrigação no cultivo do maracujá-amarelo. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 28, n. 2, p. 301-304, 2006.

BRAGA, D. F. Adubação nitrogenada e fosfatada na cultura do girassol em solo alcalino da Chapada do Apodi-RN. 2010. 53 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Solo)- Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo, Universidade Federal Rural do Semi-árido, Mossoró, 2010.

CABELLO, F. P. Riegos Localizados de alta Freqüência (RLAF) goteo, microaspersion, exudacion. 3. ed. Barcelona: Ediciones Mundi Prensa, 1996. 513 p.

CASTRO, C. de; BALLA, A.; CASTIGLIONI, V. B. R. Doses e métodos de aplicação de nitrogênio em girassol. Scientia Agrícola, Piracicaba, v. 56, n. 4, p. 827-833, 1999.

COMISSÃO DE FERTILIDADE DO SOLO DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais: 5a aproximação. Viçosa: UFV, 1999. 359p.

DOORENBOS, J.; KASSAM, A. H. Efeito da água no rendimento das culturas. Campina Grande: UFPB, 1994. 306 p. (Estudos FAO. Irrigação e drenagem, 33).

FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED NATIONS FAO. Production yearbook. Rome: FAO, 1979. v. 33.

FERNANDÉZ, J. E. et al. Reducing fertilization for maize in southwest Spain. Communications in Soil Science and Plant Analysis, v. 29, n. 19-20, p. 2829-2840. 1998.

FREITAS, C. A. S. de. et al. Crescimento da cultura do girassol irrigado com diferentes tipos de água e adubação nitrogenada. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 16, n.10, p.1031-1039, out. 2012.

GOKSOY, A. T. et al. Responses of sunflower (Helianthus annuus L.) to full and limited irrigation at different growth stages. Field Crops Research, v. 87, n.2, p. 167-178, May, 2004.

GOMES, P. E. et al. Produtividade de grãos, óleo e massa seca de girassol sob diferentes lâminas de irrigação suplementar. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.16. n.3, p. 237–246, 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2014.

C. JÚNIOR, E. G. et al. Necessidade hídrica da cultura do girassol irrigado na chapada do Apodi. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.17, n.3, p. 261-267, 2013.

LIRA, A. B. et al. Desempenho produtivo de cultivares de girassol (Helianthusannuus. L.) no estado do Rio Grande do Norte. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, 4., 2010, João Pessoa. Anais... Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010. p. 1700-1703.

MONTEIRO, C. O. R.; COSTA, T. R.; LEÃO, S. C. M. Eficiência do uso da água e nitrogênio na produção de melão. Irriga, Botucatu, v. 13, n. 3, p.367-377, 2008.

PINTO, C. de M. et al. Configuração de fileira no consórcio mamona x girassol: produtividade e seus componentes. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Pernambuco, v. 8, n. 1, p. 33-41, 2013.

KHALIQ, A.; CHEEMA, Z. A. Influence of irrigation and nitrogen management on some agronomic traits and Yield of hybrid sunflower (Helianthus annus L.) International Journal Agriculture and Biology, Pakistan, v. 7, n. 6, p. 915-919, 2005.

SILVA, A. G. et al. Desempenho de híbridos de girassol em espaçamentos reduzidos. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 30, n. 1, p. 31-38, 2009.

SILVA, O. L de, M. et al. Viabilidade técnica econômica do cultivo de safrinha do girassol irrigado na região de lavras, MG. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 31, n. 1, p. 200-205, jan./fev. 2007.

SIONIT, N.; GHORASHI, S. R.; KHERADNAN, M. Effect of soil water potential on growth and yield of sunflower. Journal of Agricultural Science, v. 81, p.113-116, 1973.

SMIDERLE, J. O.; MOURÃO JÚNIOR, M.; GIANLUPPI, D. Avaliação de cultivares de girassol em savana de Roraima. Acta amazônica, Manaus, v. 35, n. 3, p. 331-336, 2005.

SOARES, L. A. dos. A. Fitomassa e produção do girassol cultivado sob diferentes níveis de reposição hídrica e adubação potássica. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 19, n. 4, p. 336-342, 2015.

SOARES, L. E. et al.. Crescimento e produtividade do girassol sob doses de nitrogênio e fósforo. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, Viçosa, v. 6, n. 2, p. 19-25, jun. 2016.

TORRES, J. L. R. et al. Decomposição e liberação de nitrogênio de resíduos culturais de plantas de cobertura em um solo de cerrado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 29, n. 4, jul. 2005. Disponível em: Acesso em: 08 out. 2014.

VASCONCELOS, D. V. et al.. Métodos de aplicação e doses de nitrogênio para a cultura do girassol. Irriga, Botucatu, v. 20, n. 4, p. 667 – 679, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Avaliação Qualis-Capes confirma a importância da revista científica do IFTM

A Revista Inova Ciência & Tecnologia / Innovative Science & Technology Journal (RICT/ISTJ), publicada pela EDITORA IFTM, é bem avaliada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Confira a classificação por áreas no Qualis-CAPES 2017:

ENSINOB3
EDUCAÇÃOB4
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMOB4
CIÊNCIAS AGRÁRIAS IB5
ENGENHARIAS IB5
CIÊNCIA DOS ALIMENTOSC

O Qualis 2017 é um conjunto de procedimentos utilizados pela CAPES para estratificação da qualidade da produção intelectual dos programas de pós-graduação.

Atualmente, a Revista Inova Ciência & Tecnologia possui 6 indexadores:

Indexadores

Abbreviated key title         Rev. Inova Ciênc. Tecnol. (Online)