QUALIDADE TECNOLÓGICA DE GRÃOS DE CULTIVARES DE FEIJÃO-COMUM EM RESPOSTA A REPOSIÇÕES HÍDRICAS NO SOLO

Stefany Silva de Souza, Márcio José de Santana, Leandro Borges Lemos, Taynara Tuany Borges Valeriano, Tatiana Pagan Loeiro da Cunha

Resumo


A cultivar empregada e a quantidade de água fornecida à cultura são fatores capazes de influenciar na qualidade tecnológica de grãos, sobretudo para o feijoeiro de inverno, cujo suprimento hídrico é por meio de irrigação. O experimento foi conduzido no Instituto Federal do Triângulo mineiro (IFTM), campus Uberaba, sob irrigação por aspersão convencional. O objetivo com este trabalho foi avaliar a qualidade tecnológica dos grãos de cultivares de feijoeiro, submetidas a reposições de água no solo, na safra de inverno. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com três repetições, disposto em um esquema fatorial 4x4. Os tratamentos consistiram de quatro cultivares (BRSMG Madrepérola, BRSMG Majestoso, IAC Alvorada e Pérola) e quatro reposições de água no solo (70%, 100%, 130% e 160% da evapotranspiração da cultura). Foram determinadas as características de qualidade tecnológica dos grãos: hidratação, tempo de cocção e proteína bruta.  A cultivar BRSMG Majestoso foi a que menos hidratou e a IAC Alvorada apresentou máxima capacidade de hidratação em um menor tempo. A cultivar Pérola foi a que necessitou de maior tempo para o cozimento e, juntamente com a IAC Alvorada, apresentou maior quantidade de proteína bruta. Verificou-se que não houve efeito das lâminas de irrigação nas características avaliadas.

Palavras-chave


lâmina de irrigação; Phaseolus vulgaris L.; tempo de cocção; proteína bruta; pós-colheita

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, A. de F.B.; RAMALHO, M.A.P; SANTOS, J.B. dos et al. BRSMG Majestoso: mais uma opção de cultivar de grão carioca para o Estado de Minas Gerais. Santo Antônio de Goiás: Embrapa Arroz e Feijão, 2006, 2p. (Comunicado Técnico, nº 134)

BRIGIDE, P.; CANNIATTI-BRAZACA, S.G. Avaliação dos efeitos da cocção e irradiação na composição do feijão carioca (Phaseolus vulgaris L.). Alimentos e Nutrição, Araraquara, v. 22, n.1, p. 97-102, 2011.

BLAIR, M.W.; GONZÁLEZ, L.F.; KIMANI, P.M.; BUTARE, L. Genetic diversity, inter-gene pool introgression and nutritional quality of common beans (Phaseolus vulgaris L.) from Central Africa. Theoretical and Applied Genetics, v.121, n.02, p.237-248, 2010.

CARBONELL, S.A.M.; CHIORATO, A.F.; ITO, A.F. et al. IAC-Alvorada and IAC-Diplomata: new common bean cultivars. Crop Breeding and Applied Biotechnology, Viçosa, v.8, p. 163-166, 2008.

CHAGAS, J. M.; BRAGA, J.M.; VIEIRA, C.; SALGADO, L.T.; JUNQUEIRA NETO, A.; ARAÚJO, G.A.A.; ANDRADE, M.J.B.; LANA, R.M.Q.; RIBEIRO, A.C. Recomendação adubação para o feijão. In: RIBEIRO, A. C.; GUIMARÃES, P. T.; ALVAREZ, V. H. Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais. Comissão de fertilidade do solo do estado de Minas Gerais, 1999. p. 306-308.

CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento. Acompanhamento da Safra Brasileira de Grãos. v. 4, n. 11, agosto. 2017. Disponível em: Acesso em 1 set. 2017.

DELFINO, R.A. de; CANNIATTI-BRAZACA, S.G. Interação de polifenóis e proteínas e o efeito na digestibilidade proteica de feijão comum (Phaseolus vulgaris L.) cultivar Pérola. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 30, n. 2, p. 308-312, 2010.

FARINELLI, R.; LEMOS, L.B. Qualidade nutricional e tecnológica de genótipos de feijão cultivados em diferentes safras agrícolas. Bragantia, Campinas, v. 69, p. 759-764, 2010.

FERREIRA, D.F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, p.1039-1042, 2011.

FLORES, J. de A.; AMARAL, C.B. do; PINTO, C.C.; MINGOTTE, F.L.C.; LEMOS, L.B. Agronomic and qualitative traits of common bean as a function of the straw and nitrogen fertilization. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v.47, n.2, p. 195-201, 2017.

GALVANI, F.; GAERTNER, E. Adequação da metodologia Kjeldahl para determinação ne nitrogênio total e proteína bruta. Embrapa Pantanal, Corumbá, n. 63, 2006. (Circular Técnica)

Moura, A.C.C. Análises físico-químicas e enzimáticas antes e após armazenamento em grãos de feijão (Phaseolus vulgaris L.) submetidos a diferentes tempos e tipos de secagem. 1998. 70 f. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1998.

OLIVEIRA, A.C. de; QUEIROZ, K. da S.; HELBIG, E.; REIS, S.M.P.M.; CARRARO, F. O processamento doméstico do feijão-comum ocasionou uma redução nos fatores antinutricionais fitatos e taninos, no teor de amido e em fatores de flatulência rafinose, estaquiose e verbascose. Archivos Latinoamericanos de Nutrition, Caracas, v. 51, n. 3, p. 276-283, 2001.

OLIVEIRA, P. O.; VIEIRA, N.M.B.; SOUZA, H.C.; MORAIS, A.R.; ANDRADE, M.J.B. Qualidade tecnológica de grãos de cultivares de feijão-comum na safra das águas. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 33, n. 5, p. 1831-1838, 2012.

PROCTOR, J.R.; WATTS, B.M. Development of a modified Mattson Bean Cooker procedure base don sensory panel cookability evaluation. Canadian Institute of Food Science and Technology Journal, Toronto, v.20, n.1, p.9-14, 1987.

SANTANA, M. J. Resposta do feijoeiro comum a lâminas e épocas de suspensão da irrigação. Lavras, 2007. 102 p. Tese (Doutorado em Irrigação e Drenagem) – Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Lavras.

SCHOLZ , M. B. S.; FONSECA JUNIOR, N. S. Influência ambiental, genotípica e sua interação na qualidade tecnológica do feijão do grupo preto no Paraná.. In: REUNIÃO NACIONAL DE PESQUISA DE FEIJÃO, 6, 1999, Salvador. Resumos expandidos... Goiânia: EMBRAPA Arroz e Feijão, 1999b. p. 389-392. (v. 1)

SILVA, T. R. B.; LEMOS, L. B.; CRUSCIOL, C. A. C. Produtividade e características tecnológicas de cultivares de feijão em resposta à calagem superficial em plantio direto. Bragantia, Campinas, v. 70, n. 1, p. 196 – 205, 2011.

STONE, L.F.; MOREIRA, J.A.A. Resposta do feijoeiro ao nitrogênio em cobertura, sob diferentes lâminas de irrigação e preparos de solo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.36, n.3, p. 473-481, 2001.

YASMIN, A.; KHALIL, A.W.; PARACHA, G.M.; KHATTAK, A.B. Effect of Processing on Anti-nutritional Factors of Red Kidney Bean (Phaseolus vulgaris) Grains. Food and Bioprocess Technology, v.1, n.4, p.415-419, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Avaliação Qualis-Capes confirma a importância da revista científica do IFTM

A Revista Inova Ciência & Tecnologia / Innovative Science & Technology Journal (RICT/ISTJ), publicada pela EDITORA IFTM, é bem avaliada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Confira a classificação por áreas no Qualis-CAPES 2017:

ENSINOB3
EDUCAÇÃOB4
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMOB4
CIÊNCIAS AGRÁRIAS IB5
ENGENHARIAS I (Ciência da Computação)B5
CIÊNCIA DOS ALIMENTOSC

O Qualis 2017 é um conjunto de procedimentos utilizados pela CAPES para estratificação da qualidade da produção intelectual dos programas de pós-graduação.

Atualmente, a Revista Inova Ciência & Tecnologia possui 6 indexadores:

Indexadores

Abbreviated key title         Rev. Inova Ciênc. Tecnol. (Online)