UTILIZAÇÃO DE BIOFERTILIZANTE LÍQUIDO NO CULTIVO DE ALFACE CRESPA ORGÂNICA, SOB CULTIVO PROTEGIDO

Lavínia Aris de Souza Costa, Eduardo Bucsan Emrich, Francisco Augusto Gomes Ribeiro, Daniel Frederico Marcelino de Melo

Resumo


A alface é a hortaliça folhosa mais importante no mundo com grande importância no Brasil, devido à qualidade nutricional da planta, fácil manejo e acessível aquisição. A cultura exige grandes quantidades de fertilizantes solúveis. Os cultivos orgânico e agroecológico desta hortaliça mostram-se uma alternativa possível por abranger conceitos de maior sustentabilidade ambiental, econômica e social. Neste trabalho objetivou-se avaliar o efeito de concentrações de biofertilizante líquido (Biogeo) no desenvolvimento de plantas de alface crespa, sob cultivo protegido. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso com cinco tratamentos (0%; 12,5%; 25%; 50% e 100% da dose recomendada), com cinco repetições. As aplicações foram realizadas com pulverizador manual com 2,5 litros de capacidade máxima, utilizando-se 100ml do biofertilizante em cada parcela, durante três aplicações semanais. As parcelas experimentais foram constituídas de canteiros com três linhas de 5 metros de comprimento, com espaçamentos de 0,25 x 0,25m entre linhas e entre plantas. Foram transplantados cinco canteiros, e estes subdivididos em cinco parcelas de 1,0 m de comprimento, espaçadas entre plantas a 0,25 m. Observaram-se influência significativa dos tratamentos nas variáveis massa fresca da planta (MF) e circunferência da planta (CP). Para as demais variáveis avaliadas, comprimento de caule e número de folhas, não foram observadas diferenças significativas.


Palavras-chave


Agroecologia; Biogeo; Lactuca sativa L.; Nutrição.

Texto completo:

PDF

Referências


BETTIOL, W.; TRATCH, R.; GALVÃO, J. A. H. Controle de doenças de plantas com biofertilizantes. Jaguariúma: EMATER/CNPMA, p.22, 1998.

DAMATTO JÚNIOR., E. R.; BÔAS, R. L V.; BUENO, O. C.; SIMON, E. J. Doses de biofertilizante na produção de alface. 2006. Disponível em: http://www.abhorticultura.com.br/biblioteca/arquivos/Download/Biblioteca/46_0441.pdf. Acesso em: 05 out. 2009.

DANA CORDELL, D.; DRANGERT, J.; WHITE, S. The story of phosphorus: Global food security and food for thought. Global Environmental Change, v. 19, p. 292-305, 2009.

DIAS, V. V.; SCHULTZ, G.; SCHUSTER, M. S.; TALAMINI, E.; RÉVILLION, J. P. O mercado de alimentos orgânicos: um panorama quantitativo e qualitativo das publicações internacionais. Ambiente & Sociedade. São Paulo v. XVIII, n.1 p. 161-182.

FAO. World fertilizer trends and outlook to 2020, 2017. Disponível em: < http://www.fao.org/3/a-i6895e.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2018.

FERREIRA, D. F.; Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 6, p. 1039-1042.

LEITE, C. D.; MEIRA, A. L. Fichas agroecológicas: Biofertilizante Bioge. 2016. Disponível em: . Acesso em: 20 jun. 2018.

LOCKIE, S. ‘The invisible mouth: Mobilizing ‘the consumer’ in food production consumption networks. Sociologia Ruralis, v. 42, n. 4, p. 278, 2002. ISSN 0038-0199.

LOPES, J. L. W.; BOARO, C. S. F.; PERES, M. R.; GUIMARÃES, V. F. Crescimento de mudas de alface em diferentes substratos. Biotemas, 20 (4): 19-25.

SALA, F. C.; COSTA, C. P. Retrospectiva e tendência da alfaficultura brasileira. Horticultura Brasileira 30; 187-194.

SANTOS, A. C. V. dos. Biofertilizante líquido: o defensivo agrícola da natureza. Niterói, RJ: EMATER-RIO, 1992.

SOUZA, J. L. Agricultura orgânica: tecnologias para a produção de alimentos saudáveis. Vitória, ES: Incaper, 2015.

YURI, J. E., de RESENDE, G. M., MOTA, J. H., de SOUZA, R. J., & PETRAZZINI, L. L. Produção de alface americana em função da época de cultivo e doses de nitrogênio. Embrapa Semiárido-Artigo em periódico indexado (ALICE), 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Abbreviated key title:   An. Semin. Pesqui. Inov. Tecnol.