ENSINO ALIADO À PESQUISA: A JORNADA DO CAMPUS ITUIUTABA EM FEIRAS DE CIÊNCIAS

Autores

  • André Luiz França Batista Instituto Federal do Triângulo Mineiro Universidade Federal de Santa Catarina
  • Rodrigo Grassi Martins Instituto Federal do Triângulo Mineiro
  • Ailton Luiz Dias Siqueira Junior Instituto Federal do Triângulo Mineiro

Palavras-chave:

Feiras de ciências, Ensino aliado à pesquisa, Ensino Técnico, Divulgação científica, IFTM Ituiutaba

Resumo

Tratamos aqui de expor o relato de registros das participações do campus Ituiutaba do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) em feiras de ciências e tecnologia. Nesses eventos, os alunos têm a oportunidade de estar em contato próximo com outros pesquisadores de idades similares, que enfrentam problemas semelhantes, e com mesma aspiração: aprender por meio da pesquisa. A inclusão de alunos em projetos de desenvolvimento de pesquisa mostra que o ensino não está, e não pode estar, desconectado da pesquisa, uma vez que ambos se complementam. Ensino aliado à pesquisa contribui para um aprendizado significativo e contextualizado, assim aperfeiçoa a prática de ensino e aprendizagem. Tais práticas de ensino, quando aliadas às atividades de pesquisa, proporcionam um olhar diferenciado na educação, ou seja, transformam o entendimento do modo de educar. Por meio de um resgate histórico em anais de eventos, registros pessoais dos professores e notícias em mídia online, relatamos aqui a trajetória do IFTM campus Ituiutaba e suas atuações em feiras de ciências, divulgação de resultados de projetos de pesquisas, bem como os prêmios e reconhecimentos recebidos. Adicionalmente, elaboramos uma linha do tempo interativa que está disponível online em <http://bit.ly/linha-do-IFTM> com fotos, vídeos e demais informações sobre essa trajetória do nosso campus pelas feiras de ciências e tecnologia no Brasil e no exterior.

Biografia do Autor

André Luiz França Batista, Instituto Federal do Triângulo Mineiro Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorando em Educação Científica e Tecnológica pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014 - atual). Mestre em Engenharia de Sistemas pela Universidade Federal de Lavras (2009). Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Lavras (2007). Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (2010 - atual). Áreas de interesse: Educação Científica e Tecnológica; Docência no Ensino Técnico e Superior; Educação a Distância; Informática na Educação; Educação em Informática.

Referências

ALVES, Alexandra Camargo, et al. “Projetos de Ciências e Engenharia na Educação Básica–Estímulo por meio de feiras de ciências”. Brazilian Symposium on Computers in Education (Simpósio Brasileiro de Informática na Educação-SBIE). V.1 N.1. 2004.

DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. 10ª Ed. Campinas: Autores Associados, 2015.

DOS SANTOS, Adevailton Bernardo. “Feiras de ciência: um incentivo para desenvolvimento da cultura científica”. Revista Ciência em Extensão (2012): 155-166.

FEBRACE, Feira Brasileira de Ciências e Engenharia. Resumos FEBRACE Edições de 2012 a 2017; org. por R. D. Lopes, I. K. Ficheman. São Paulo: EPUSP, 2012-2017.

MILSET. Expo-Sciences International ESI 2013: Event Guide. Abu Dhabi Centre for Technical and Vocational Education and Training. ACTVET. 34 p. 2013.

MOCTI. Anais da I, II, III e IV Mostra de Ciência e Tecnologia de Ituiutaba (I MOCTI). Ituiutaba/MG: Universidade Federal de Uberlândia, 2011-2014.

MOURA, Lucas Ferreira, et al. “Estudos sobre o uso do Kinect em aplicações robóticas”. Revista Inova Ciência & Tecnologia. Innovative Science & Technology Journal (2), 28-33, 2016.

SOUZA, Rafaelle da Silva. “O saber em ciências integrado a vida do aluno: diversidade, contextualização e conhecimento científico”. Revista Compartilhando Saberes (2), 116-132, 2015.

Downloads

Publicado

12/07/2019

Edição

Seção

RELATO DE EXPERIÊNCIA